Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2009

São Gonçalo sai à rua, para Cumprir a tradição...

 

Vila Nova de Gaia acolheu, este domingo, a primeira romaria do ano, em honra de S. Gonçalo e de S. Cristóvão. Já é secular a tradição de comemorar a festa em honra de São Gonçalo em Gaia no dia deste Santo. Esta Romaria, primeira do ano, conta com a fervorosa animação dos Mareantes do Rio Douro e das Comissões Velha e Nova da Rasa. A Associação Recreativa dos Mareantes do Rio Douro, desconhecendo-se ao certo a data da sua fundação conta com aproximadamente 300 anos de existência e ao longo de gerações tem mantido a tradição de Festeiros do São Gonçalo. Os Mareantes são um vasto grupo, com aproximadamente 80 homens, e cada vez mais novos adeptos. Os seus Mordomos transportam, durante a festividade, a imagem de S. Gonçalo (padroeiro dos barqueiros do rio), a cabeça de S. Cristóvão (padroeiro das gentes do mar) e um terceiro elemento encarna a figura de São Roque, já as Comissões Velha e Nova da Rasa transportam a imagem de S. Cristóvão e a cabeça de São Gonçalo, os três grupo etnográficos percorreram diversas ruas da freguesia de Santa Marinha e Mafamude vindo a encontrarem-se na igreja de Mafamude na hora do sol se pôr no mar ou melhor dizendo, ao final da tarde, altura em que os fiéis rezam junto ao altar, pedindo que o novo ano lhes seja favorável, não só em questões de saúde, mas também em aspectos mais pessoais, como o casamento, no momento em que os mordomos entram na igreja, as imagems devem estar sempre de costas para o altar como tambem à sua saída, só assim os Mareantes do Rio Douro podem cumprir a tradição.

A romaria, que terá começado na Idade Média, realiza-se sempre no primeiro domingo a seguir ao dia de S. Gonçalo (10 de Janeiro) e foi aproveitada, no século XVIII, para afirmar em Mafamude a antiga autonomia de Gaia face ao bairro de Vila Nova, que era administrado pelo Porto, para aqueles que não o sabem naquele tempo Vila Nova de Gaia estava dividida em duas povoações sendo elas as povoações de “Vila Nova” hoje a zona junto ao cais de gaia , e por “Vila de Gaya” hoje em dia a zona do Candal e a zona do Castelo de Gaia(Lugar de Gaia).

 

O decreto e criação do batalhão dos Mareantes do Rio Douro.
O documento da criação do batalhão dos Mareantes do Rio Douro data de 14 de Janeiro de 1833. D. Pedro, Duque de Bragança e Regente da Rainha manda que se adopte o plano de organização de dois batalhões.
O primeiro batalhão deveria ser composto por todos os Mareantes que tivessem idade e deveria estar dividido em seis Companhias. O segundo batalhão seria composto por carpinteiros, calafates, tanoeiros, torneiros, ferreiros, serralheiros e cordoeiros, que se deveriam fazer acompanhar pelos respectivos aprendizes que tivessem mais de um ano de ofício.
Os Mareantes do Rio Douro são actualmente uma colectividade com várias actividades de lazer e desporto. Não sabemos ao certo a data da sua criação. Os seus membros têm no estandarte o século XVII como data da sua fundação. Disso não temos qualquer prova histórica, mas podemos alegar que o povo não mente e se referem este século, talvez exista nisto alguma verdade.
Mareante era todo aquele cuja profissão está relacionada com o mar ou com o rio.
A festa de S. Gonçalo que hoje relacionamos directamente como os Mareantes do Rio Douro é-lhes anterior, remontando ao século XIV. Sabemos que as gentes do Rio eram muito devotas de S. Gonçalo; no entanto, os Mareantes do Rio Douro não terão nascido para realizar a festa. As suas origens como associação parecem estar nestes batalhões que organizaram de uma forma mais sistemática, um conjunto de gente com fortes laços entre si.
Depois de terminada a guerra civil este relacionamento ter-se-á mantido, pois no final do séc. XIX já a festa de S. Gonçalo assumia os contornos actuais com a participação dos Mareantes do Rio Douro, integrando os mordomos, as bandeiras e os bombos.
Os Mareantes têm mais de 300 anos, no entanto como grupo organizado para a festa só há referências dos fins do séc. XIX.

 

(Associação Recreativa Mareantes do Rio Douro)

 

(O encontro das Cabeças,

à esquerda a Cabeça de São Gonçalo,

à direita a Cabeça de São Cristovão)

 

(Cabeça de São Cristovão)

 

 

 

 

 

 

 

Falcão Sossegado

 

Publicado por Falcão Sossegado às 19:34

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
7 comentários:
De António Patrício a 26 de Abril de 2009 às 01:29
Parabéns pela página está óptima.
Aproveito para pedir o favor de me enviar uma foto de S. Gonçalo pois estou a fazer um trabalho sobre este santo e gostaria de o enriquecer com uma icnografia.
Grato,
António Patrício
De centrohistoricogaia a 12 de Agosto de 2009 às 11:47
bom trabalho , de uma festa que representa muito para os nascidos na b rio
De Falcão Sossegado a 15 de Janeiro de 2011 às 20:18
Claro que sim, é e sempre será algo que representa imenso para todos aqueles que nascem nesta zona ribeirinha...

Não existem palavras para descrever esta festa...
Simplesmente é uma festa do povo, para o povo ...
É da nossa terra, ou não fosse eu nascido e criado na "Beira Rio"

E ele é nosso! E é, é, é!
De abilioguimaraes a 18 de Janeiro de 2011 às 12:43
Olá já agora gostava de saber quem és pois é sempre um prazer gente da minha terra
De Falcão Sossegado a 3 de Fevereiro de 2011 às 20:41
Morei no nossa Rua Direita...
Sou neto do Zé Toupeira do (Lugar de Gaia) antigo sócio nº2 dos Mareantes... sou neto do Elísio Gomes antigo Director dos Mareantes...

Bem, esta festa já está no Sangue !!!

Um Abraço
Falcão Sossegado
De centrohistoricogaia a 18 de Janeiro de 2011 às 13:15
Olá se puder ajudar conte comigo...
De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2010 às 21:33
È a festa mais significativa dos Gaienses. Lamentavelmente,a tradição tem-se perdido ao longo dos anos. Se,em 1968, 69, a festa era "rija" e demonstrava bem, a pertença de cada Santo,hoje a tradição é apenas festejada por algumas pessoas mais idóneas. Aquelas que,em tempos,fizeram do São Gonçalo,a festa mais importante de Vila Nova de Gaia!
É lamentável!
Gaienses,esta é uma festa que é nossa e que é ,também, a nossa história.Não a deixem cair no esquecimento!

Comentar post

Tribos, o jogo online gratuito

@Tá muito lento...

relojes web gratis

@Eu mesmo...

@Pesquisar neste blog...

 

@Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

@Palavritas Actuais...

@ Ouve apenas o meu olhar.....

@ Reserbem tudo, carago...

@ São Gonçalo de Gaia 2011

@ A Diferença entre o Paraí...

@ “A Vaquinha”

@ Um Escuteiro pode realmen...

@ No planalto da Zambujeira...

@ A minha História Perdida....

@ Marés Vivas 2009...

@ Voar... para me libertar....

@ Busco na simplicidade...

@ No meu sossego...

@ O Galo Angustiado

@ O Lenhador e a Raposa...

@ A BOMBA D'ÁGUA

@ Pato ou Cisne ???

@ Acreditar e Agir...

@ São Gonçalo sai à rua, pa...

@ Feliz Ano Novo de 2009

@ Com vontade de escrever.....

@Há muito Tempo...

@ Fevereiro 2013

@ Março 2011

@ Janeiro 2011

@ Julho 2010

@ Outubro 2009

@ Agosto 2009

@ Julho 2009

@ Abril 2009

@ Março 2009

@ Fevereiro 2009

@ Janeiro 2009

@ Dezembro 2008

@ Novembro 2008

@ Outubro 2008

@ Setembro 2008

@ Agosto 2008

@ Maio 2008

@ Fevereiro 2008

@ Janeiro 2008

@ Dezembro 2007

@ Novembro 2007

@ Outubro 2007

@ Setembro 2007

@Links...

@Navegando na Web...

@ Um Sonho de Menino... Che...

@ Perdi-te e (não) te encon...

@ O Piaçabeiro Mor avança m...

@ Há concerteza milhares de...

@ Escuteiros

@ " ... escuteiro uma vez.....

@Á distância de um simples Clique ...

Falcão Sossegado Leão Manhoso simplesmentehumana Lobitos Exploradores O Azul O Azul O Azul Filmes Diários Filmes, Mp3, Ebooks, Software, jogos e muito mais GRÁTIS no Pirata Tuga! Desbloqueio grátis de telemóveis Nokia

@Subscrever feeds

AddThis Social Bookmark Button
AddThis Feed Button
blogs SAPO
badge
badge