Segunda-feira, 19 de Maio de 2008

A Pequenina Luz Azul

Certa manhã, o sultão El-Khamir, disse ao prefeito:

- Esta noite avistei ao longe uma pequenina luz azul e desejo saber quem passou a noite a velar.

Ordeno-lhe apurar a razão desta vigília.

- Obedeço à Vossa Majestade! Porém, é inútil esse inquérito, pois aquela luz provinha do oratório da minha casa!

Eu e minha família passamos a noite pedindo a Deus pela saúde de Vossa Majestade!

- Obrigado meu bom amigo - sinceramente comovido acrescentou

- saberei corresponder aos cuidados que lhe mereço.

O rei, então, chamou o grão-vizir Moallin.

- Resolvi recompensar com mil dinares de ouro o prefeito.

- Por Alá! É muito dinheiro! Que teria feito ele para merecer?

- Praticou uma ação nobre e sublime - e narrou o caso da luz.

- Permita-me ponderar, estais sendo iludido, posso provar, ele não tem família e só sabe orar nas Mesquitas, quando obrigado.

- Mas... E a luz azul, de onde vinha?

- Vejo-me obrigado a confessar, passei a noite cogitando a cerca dos graves problemas e das questões que Vossa Majestade deve resolver hoje! Juro pelo Alcorão que essa é a verdade!

- Grande e esforçado amigo! - jubiloso disse:

- Tereis uma recompensa digna de vossa dedicação!

O rei chamou o general Muhiddin e contou que estava resolvido a conceder o título de xeque de Lohéia ao grão-vizir Moallin.

E o bom monarca, contou ao general a história da luz azul.

- Vós acreditastes nisso?

Poço provar que ele mentiu como um infiel!

Mentira o prefeito, o grão-vizir!

Como poderia, o rei, apurar a verdade?

Modesto, o general confessou:

- Queria ocultar a verdade mas me vejo obrigado a revelar que aquela pequenina luz azul provinha de minha tenda - e o general não hesitou - com receio que os revoltosos atacassem a noite, acampei nas cercanias da cidade, para maior garantia da vida do rei.

Que heroísmo! O sultão não sabia como agradecer.

E depois que o general saiu cogitou: "vou lhe conceder o título de príncipe e uma pensão anual de vinte mil dinares!

Não... Merece muito mais... Salvou-me a vida.. A coroa... Como não chegasse a uma conclusão satisfatória consultou Ali-Effendi, seu velho mestre e conselheiro.

O sábio ponderou: - Não deves acreditar no prefeito, nem no grão-vizir, nem no general.

Creio que a tal luz provinha do farol de El-Basin.

O rei surpreso: - Então era a luz do farol!

Naquela mesma noite, depois da última prece, o rei chegou à varanda para olhar o panorama da cidade, que dormia.

Surpresa estranha: como todos já sabiam sobre as recompensas, a cidade estava extraordinariamente iluminada.

Nunca se vira tanta luz azul!

E o crédulo rei compreendeu então, que para cada súdito honesto e dedicado havia um milhão de mentirosos e bajuladores.

Publicado por Falcão Sossegado às 19:46

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Tribos, o jogo online gratuito

@Tá muito lento...

relojes web gratis

@Eu mesmo...

@Pesquisar neste blog...

 

@Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

@Palavritas Actuais...

@ Ouve apenas o meu olhar.....

@ Reserbem tudo, carago...

@ São Gonçalo de Gaia 2011

@ A Diferença entre o Paraí...

@ “A Vaquinha”

@ Um Escuteiro pode realmen...

@ No planalto da Zambujeira...

@ A minha História Perdida....

@ Marés Vivas 2009...

@ Voar... para me libertar....

@ Busco na simplicidade...

@ No meu sossego...

@ O Galo Angustiado

@ O Lenhador e a Raposa...

@ A BOMBA D'ÁGUA

@ Pato ou Cisne ???

@ Acreditar e Agir...

@ São Gonçalo sai à rua, pa...

@ Feliz Ano Novo de 2009

@ Com vontade de escrever.....

@Há muito Tempo...

@ Fevereiro 2013

@ Março 2011

@ Janeiro 2011

@ Julho 2010

@ Outubro 2009

@ Agosto 2009

@ Julho 2009

@ Abril 2009

@ Março 2009

@ Fevereiro 2009

@ Janeiro 2009

@ Dezembro 2008

@ Novembro 2008

@ Outubro 2008

@ Setembro 2008

@ Agosto 2008

@ Maio 2008

@ Fevereiro 2008

@ Janeiro 2008

@ Dezembro 2007

@ Novembro 2007

@ Outubro 2007

@ Setembro 2007

@Links...

@Navegando na Web...

@ Um Sonho de Menino... Che...

@ Perdi-te e (não) te encon...

@ O Piaçabeiro Mor avança m...

@ Há concerteza milhares de...

@ Escuteiros

@ " ... escuteiro uma vez.....

@Á distância de um simples Clique ...

Falcão Sossegado Leão Manhoso simplesmentehumana Lobitos Exploradores O Azul O Azul O Azul Filmes Diários Filmes, Mp3, Ebooks, Software, jogos e muito mais GRÁTIS no Pirata Tuga! Desbloqueio grátis de telemóveis Nokia

@Subscrever feeds

AddThis Social Bookmark Button
AddThis Feed Button
blogs SAPO
badge
badge